Regência de Coral, Instrumentos e Técnicas Vocais

Regência de Coral, Instrumentos e Técnicas Vocais

5.455 visualizações 1.788 downloads

Detalhes

  • Categoria: Regência
  • Assuntos: Coral, Instrumentos, Regência de Coral, Técnicas Vocais
  • Autores: Instituo Prominas
  • Quantidade de Páginas: 61
  • Data de Inclusão: 24/03/2016
  • Formato do Arquivo: PDF
  • Tamanho do Arquivo: 777 KB

Iniciamos nossa apostila Regência de Coral, Instrumentos e Técnicas Vocais partindo do entendimento que arte, prática artística, pontuando aqui a música, o coro e o canto coral são direitos e não privilégios de poucos, necessidades e não ornamentos. Compondo o curso de Educação Musical, esta apostila oferece um aporte teórico para os professores que pretendem atuar na educação musical, contendo a classificação dos instrumentos musicais, técnicas vocais, as quais abrangem avaliação e diagnóstico preventivo, terapêutico, além de aperfeiçoamento vocal, o que pode vir do aquecimento das pregas vocais. Sendo este material uma compilação do pensamento de vários autores renomados que pesquisam na área. No tópico Regência de Corais veremos as considerações da literatura brasileira acerca da Regência, quais as condições, fundamentos, técnicas necessárias ao regente, bem como as habilidades e competências necessárias para essa ação. Finalizando, no capítulo sobre canto coral, apresentamos a organização desse tipo de trabalho, a criatividade, as dimensões e os níveis de atuação de um coral. O coro é uma organização com fins diversos, desde a busca por motivação pessoal, educação musical e oportunidades de lazer, até a divulgação de uma mensagem, de um repertório ou de uma instituição. É uma ferramenta muito significativa para estabelecer diversas configurações socioculturais. Na sua mais abrangente concepção, a formação e a atuação de regentes corais deve abarcar os princípios musicais, organizacionais e administrativos para o entendimento do coro em suas diversas facetas, contendo conhecimentos de diversas áreas. Desse modo, o estudo de técnicas de organização do trabalho e gestão de competências/recursos humanos de um grupo vocal permite, a partir de sua aplicação, o desenvolvimento de relações interpessoais mais agradáveis dentro do grupo e, consequentemente, de uma maior eficácia nas atividades do conjunto (AMATO NETO; AMATO, 2006).

Comente Aqui

Subir ao topo